Notícias

Radares vão começar a funcionar dentro de um mês nas rodovias da região.

 

 

Com o objetivo de diminuir os acidentes nas rodovias estaduais, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) está realizando a implantação de redutores de velocidade em pontos de atenção, onde há ocorrências de excesso de velocidade, na região de Presidente Prudente. A estimativa é de que os radares estejam em operação de fiscalização até o final de agosto deste ano.

Segundo a Assessoria de Imprensa do DER, cada trecho de rodovia possui um limite de velocidade específico. “É importante frisar que placas com o limite de velocidade e indicando a presença de fiscalização eletrônica ainda estão em fase de implantação”, salientou o órgão.

De acordo com o diretor regional do DER, João Augusto Ribeiro, a instalação desses radares faz parte de um novo projeto que visa a diminuir o número de acidentes nas rodovias da região.

“É um novo projeto que vai ajudar na diminuição no número de acidentes nas rodovias. Fizemos um levantamento e estamos instalando os radares nos pontos mais críticos, com maior número de acidentes registrados por conta do excesso de velocidade. Com isso, pretendemos diminuir o número de acidentes na região e também controlar a imprudência dos motoristas”, explicou.

Para o pintor José Carlos Pereira da Silva, de 53 anos, a medida é considerada eficaz, pelo menos na Rodovia Júlio Budiski, na altura do km 3,3, em Presidente Prudente, trecho que já recebeu os equipamentos de controle de velocidade.

“O fluxo de veículos nessa rodovia, em horários de pico, é muito grande e os carros passam em alta velocidade. Acredito que os radares vão conseguir segurar um pouco os motoristas e diminuir bastante o número de acidentes”, disse.

Já o vigia Antônio Cavalcanti Porangaba, de 62 anos, tem outra opinião sobre o projeto. “Eu acho que não vai adiantar de nada. Ninguém vai respeitar esses radares, não. Os carros passam voando aqui e a rodovia só tem duas pistas, ida e volta. Não concordo com esse projeto. O certo seria duplicar essa pista e não colocar radares”, opinou.

Segundo a relação divulgada pelo DER, 29 unidades de fiscalização de velocidade estão sendo instaladas nas principais rodovias da região.

Ainda conforme a assessoria do órgão estadual, os redutores de velocidade estão em fase de implantação. Para começar a operar, os equipamentos precisarão ser homologados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para, então, passar a funcionar.

Fonte: ifronteira.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Scroll Up