Notícias

Obras do Contorno de Mogi Mirim vão melhorar fluidez e reduzir tráfego urbano na região.

Foi iniciada neste sábado, 15, a segunda etapa do Contorno de Mogi Mirim, que vai implantar as pistas que ligarão a rodovia Ademar de Barros (SP-340) às rodovias João Tosello (SP-147) e Wilson Finardi (SP-191). “Estamos iniciando uma obra estruturante, que vai fazer diferença”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.
Além de melhorar a fluidez para os motoristas, a obra amplia a segurança da população de Mogi Mirim, já que retira tráfego da área urbana. Serão beneficiados, por exemplo, motoristas que viajam entre Itapira e Limeira. A viagem ao Circuito das Águas (Serra Negra, Águas de Lindóia e sul de Minas Gerais), também ficará mais rápida. Haverá benefícios, ainda, aos municípios de Limeira, Piracicaba, Araras e Rio Claro.
O investimento previsto é de R$ 70,8 milhões. Os recursos vêm do pagamento de pedágio. A obra será realizada pela concessionária Intervias e fiscalizada pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).
“Esta é uma das regiões mais prósperas do país. Com uma boa logística, vamos ter um grande salto em termos de desenvolvimento, oportunidade, emprego, renda e qualidade de vida para a população”, disse o governador.
Duplicação da SP-147
O governador Geraldo Alckmin anunciou que em abril será iniciada a duplicação da SP-147. “Vamos ter agora em Abril o início de uma outra grande obra, de quase R$ 50 milhões, que é a duplicação no trecho de Mogi Mirim até Engenheiro Coelho [da SP-147]”.
Segundo o governador, a obra iniciada neste sábado e a duplicação a ser iniciada em abril são “duas obras que vão se complementar, e isto vai mudar a região, pois diminui acidentes, melhora o trânsito e traz empresas”.
O investimento na duplicação da SP-147 será de R$ 47 milhões. Ao todo, 21 km de pistas serão duplicados.
Fonte: Setcesp.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Scroll Up