Notícias

Venda de implementos rodoviários sobe quase 60% no ano

A indústria de implementos rodoviários está tendo motivos para comemorar. Neste ano, entre janeiro e abril, foram comercializados 48.643 implementos, número 57,53% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando os fabricantes venderam 30.878 produtos.

“Esse resultado é a soma do desempenho aquecido do setor de agrobusiness, o maior cliente de nossa indústria, com as vendas realizadas anteriormente cujas entregas aos clientes estão sendo feitas ao longo dos meses atuais”, explica José Carlos Spricigo, presidente da ANFIR, a Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários.

Apesar da alta nas vendas, os números poderiam ter sido ainda melhores, caso não existisse o problema da falta de componentes para produção dos implementos. No mês de abril, faltaram pneus nas indústrias, além de ser registrado um forte aumento de custos de matérias-primas e insumos.

Para superar a situação, a indústria busca alternativas com o objetivo de regularizar as entregas.

“Implemento rodoviário é fundamental no sistema de distribuição de matérias-primas, remédios, produtos hospitalares, produtos industrializados e produção agrícola”, diz Spricigo.

Mais vendidos

O segmento de implementos pesados, de reboques e semirreboques, registra 28.772 unidades vendidas neste ano, ante 16.348 do mesmo período do ano passado. Isso representa um crescimento de 76% nas vendas desse tipo de implemento.

No setor de Carroceria sobre chassis (Leve) o volume de emplacamentos registrado nos quatro primeiros meses de 2021 foi de 19.871 produtos. No primeiro quadrimestre de 2020, o total vendido chegou a 14.530 unidades, representando 36,76% de recuperação.

Fonte: Blog do Caminhoneiro

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email