Notícias

Puxado por transportes, setor de serviços avança 3,7% em fevereiro e elimina perdas da pandemia, diz IBGE

Retomada gradual do comércio desencadeou uma operação de guerra na logística da indústria e no varejo. Na foto, centro de distribuição em Jundiaí. Funcionários usam máscaras e outros cuidados para evitar contágio

 

O setor de serviços cresceu 3,7%, na comparação com dezembro, e superou o nível em que se encontrava antes da pandemia de Covid-19, segundo dados divulgados hoje pelo IBGE.

Com o resultado, o setor acumula crescimento de 24%, se recuperando da contração de 18,6% quando despencou entre os meses de março e abril do ano passado.

O resultado de fevereiro veio acima da expectativa de analistas ouvidos pela Reuters, que previam crescimento de 1,5%.

O setor de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (4,4%) foi o que puxou a alta, com o avanço dos serviços de logística e transporte rodoviário de cargas.

O gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo, explica que o segmento cresceu de forma significativa desde junho de 2020 e neste mês de fevereiro atingiu seu ponto mais alto da série, iniciada em janeiro de 2011.

— Esse movimento de junho de 2020 até fevereiro de 2021 está bastante relacionado com o aumento do e-commerce, em função das necessidades de isolamento social e adaptação que as empresas tiveram que fazer para realizar entregas de forma mais rápida. Isso fez com que a receita dessas empresas de logística e transporte de carga observassem aumentos de forma contínua até fevereiro — diz o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo.

 

Fonte: O Globo

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email