Notícias

Programa Rodovida garante esforço mais organizado e abrangente na segurança do trânsito, diz Tarcísio

Cerimônia no Palácio do Planalto marca o início da ação integrada interministerial que tem como objetivo promover a redução da violência no trânsito
Partindo de ponto de vista social, humano e econômico, o programa Rodovida busca intensificar a fiscalização nas rodovias federais de todo o país e reduzir os acidentes de trânsito no Brasil no período de final de ano, férias e Carnaval, afirmou nesta terça-feira (14) o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, em cerimônia que marcou o lançamento da ação integrada.Criada em 2011 pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Polícia Rodoviária Federal, a Operação Rodovida foi transformada em programa nacional para a englobar o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), devendo ser aplicado por todo o Sistema Nacional de Trânsito (SNT).

“A gente passa a ter um esforço mais organizado, mais coordenado e que acaba abrangendo uma quantidade de organizações muito maior em prol da segurança no trânsito um tema tão importante do ponto de vista social, humano e econômico. Nós precisamos combater essa perda de vidas”, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Tripé

A ação conta com o apoio do Ministério da Infraestrutura, por meio da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), além do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), entre outros. E faz parte das estratégias do governo brasileiro para que o país cumpra os objetivos na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito” da Organização das Nações Unidas (ONU).

“O combate para a perda de vidas ela está acalcada em um tripé. O tripé da engenharia, com os investimentos em busca da qualidade das rodovias federais brasileiras; o segundo pilar desse tripé é a educação para formar o condutor do amanhã; e o terceiro ponto dessa estratégia é a fiscalização, trabalho que está abrangido no Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito”, destacou.

Fonte: Ministério da Infraestrutura

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Receba nossa newsletter!

Fique por dentro das novidades do setor.

© 2020 – Sindicato das Empresas de Transportes e Cargas de Campinas e Região – SINDICAMP – Todos os direitos reservados | Desenvolvido por PrinciWeb