Notícias

Pesquisa mostra impasse no setor industrial para 2024: 30% esperam melhora, e 35%, piora

Regional de Campinas do Ciesp divulgou resultados da sondagem sobre expectativas para desempenho em 2024, comparado com o ano atual, nesta terça (5)

 

O setor industrial da região de Campinas (SP) tem um impasse quanto as expectativas para 2024. Uma sondagem feita pela regional Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), apresentada nesta terça (5), mostrou que em comparação a este ano, 30% das empresas esperam melhoras em suas atividades, 35% estimam que será igual a 2023, e 35% projetam “piora do desempenho”.

N avaliação de José Henrique Toledo Corrêa, diretor do Ciesp Campinas, o setor demanda por uma melhora da economia com menos intervenção do estado, com impactos positivos na atividade produtiva.

“Queremos que as empresas façam o que realmente sabem fazer muito bem, que é fabricar, gerar mais empregos e melhorar o nível de arrecadação de impostos, mas para isso precisamos ter condições positivas. Que os governos tenham a sensibilidade de interferir menos na atividade produtiva”, destacou.

A sondagem abordou também com o setor industrial justamente essa expectativa pelo desempenho da economia brasileira no próximo ano, e 59% analisam que o cenário indica piora.

Apenas 12% dos associados que responderam a pesquisa acreditam em melhora, enquanto 23% acreditam na manutenção e em 6% dos casos, eles não tiveram avaliação.

Ciesp Campinas

 

As 590 empresas associadas ao Ciesp Campinas movimentam média de R$ 53 bilhões por ano, e empregam 97,9 mil colaboradores.

Elas estão distribuídas pelos municípios de Amparo (SP), Artur Nogueira (SP), Campinas (SP), Conchal (SP), Estiva Gerbi (SP), Holambra (SP), Hortolândia (SP), Itapira (SP), Jaguariúna (SP), Mogi Guaçu (SP), Mogi Mirim (SP), Paulínia (SP), Pedreira (SP), Santo Antonio de Posse (SP), Serra Negra (SP), Sumaré (SP) e Valinhos (SP).

Os setores de atuação delas são: Metalúrgico; Farmacêutico; Alimentos; Têxtil; Mecânico; Madeireiro; Bebidas; Gráfico; Construção; Calçados; Autopeças e Transporte; Elétrico, Eletrônico e de Comunicação; Borracha; Mobiliário; Papel e Papelão; Químico e Petroquímico; Vestuário; Produção de Materiais Plásticos; Produção de Minerais Não Metálicos; Piscicultura; Comércio Atacadista e Varejista.

Compartilhe: