Notícias

Economia do Brasil já voltou em “V”, diz Paulo Guedes

O Brasil já voltou em “V” e está transformando “com sucesso” uma recuperação cíclica em retomada sustentada de crescimento, disse há pouco o ministro da Economia, Paulo Guedes, em reunião com representantes da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Os investimentos estão crescendo, destacou.

Além disso, o governo retomou programas do ano passado. “Estamos examinando também novas medidas”, disse.

O presidente Jair Bolsonaro deverá anunciar em breve a prorrogação por três meses do auxílio emergencial, afirmou Guedes. Além disso, serão lançados o Bônus de Inclusão Produtiva (BIP) e Bônus de Incentivo à Qualificação (BIQ), ressaltou.

Este será um ano de saúde, emprego e renda, frisou o ministro. Ele destacou a vacinação em massa e os programas do governo para a geração de vagas de trabalho e renda.

O ministro destacou também a aprovação de reformas pelo Congresso Nacional, como o novo marco fiscal, o marco do saneamento e a independência do Banco Central.

“Esperamos que o Supremo ratifique a decisão do Congresso Nacional”, comentou, sobre a autonomia do BC. A independência, frisou, serve para que aumentos transitórios de preços não se tornem permanentes. “O BC já está se movendo para impedir essa alta permanente de preço”, comentou.

“Nossa inflação deu um salto, está indo aí a 8% e poucos nos últimos 12 meses, justamente por comida e energia”, disse. O aumento da energia ocorreu porque foram aplicadas bandeiras novas, “para evitar o racionamento lá na frente”, explicou. “Isso é um choque.”

Ao falar sobre a MP de privatização da Eletrobras, ele disse que existem muitas críticas, “mas o saldo é vastamente positivo”, avaliou. O ministro informou que a privatização dos Correios “vem aí”.

Ele agradeceu à direção da Fiesp pelo monitoramento conjunto da crise. “Foi muito importante”, afirmou.

 

Fonte: Valor Invest

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email