Notícias

Viracopos negocia novos voos após fechar rotas ao exterior com 4 aéreas.

 

Após fechar voos para o exterior com quatro companhias aéreas, a concessionária do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), disse que ainda negocia outras rotas fora do país. Este ano, a Gol iniciou operações com destino a Miami e a Azul divulgou planos de voar para Nova York, Orlando e Fort Lauderdale. Além dessas, a partir de dezembro a Copa Airlines e a American Airlines serão opção para os passageiros.

“Nós continuamos discutindo com outras empresas, outros destinos, outros continentes”, disse o diretor de Operações da concessionária, Marcelo Mota. Segundo ele, novos voos serão anunciados “em breve”. Até julho, quando a Gol começou a operar voos internacionais em Viracopos, o terminal aéreo de Campinas (SP) oferecia apenas um destino para o exterior, com a TAP, que voa para Lisboa, em Portugal.

Apenas uma pista

Viracopos possui só uma pista de pousos e decolagens, mas Mota disse que, mesmo com a expansão das operações, por enquanto não há risco de o aeroporto chegar perto do seu limite. De acordo com ele, atualmente o terminal tem 116 mil movimentos de aeronaves por ano e, por contrato, a concessionária tem de construir outra pista quando esse número chegar a 178 mil.

“É claro que ter aeroporto de pista única, cria uma dependência dessa pista, como aconteceu em 2012”, afirmou o diretor, em referência ao incidente que deixou Viracopos fechado por 45 horas, quando um cargueiro quebrou na aterrissagem.

Para tentar evitar que situações como essa se repitam, Mota afirmou que a construção de uma taxiway está em fase de conclusão e, com isso, aquela que é atualmente usada pode ser interditada para passar por ampliação e servir de pista emergencial. Ele recordou ainda que a concessionária comprou um aparelho capaz de remover da pista aeronaves que apresentem problemas, conhecido como recovery kit.

Obras em Viracopos

Em obras desde agosto de 2012, o novo terminal de passageiros de Viracopos será totalmente concluído até dezembro, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A previsão é que as companhias aéreas Gol, Tap, Azul e TAM transfiram as operações para estrutura até o fim de outubro. Segundo a concessionária, a construção chegou a 93% de conclusão em junho e atualmente é feito o acabamento e a instalação de cabos e sistemas de tecnologia da informação.

Por contrato, o novo terminal deveria ter sido entregue no dia 11 de maio. O descumprimento do prazo pode gerar uma multa de até R$ 170 milhões, mais R$ 1,7 milhão por dia de atraso. Não há uma data definida para o valor ser divulgado. Ao admitir o atraso, a concessionária avaliou que é feita em “tempo recorde”.

A primeira fase da expansão de Viracopos inclui, além do novo terminal de passageiros (com 3 píeres e capacidade para até 22 milhões pessoas por ano), pátios de aeronaves (com 3.500 m² e 37 novas posições), edifício-garagem (4.000 vagas) e adequações nas pistas de pousos e taxiamento.

Fonte: G1 Campinas e Região.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email