Notícias

Venda de caminhões cresce 18,46% em fevereiro; confira o ranking

A venda de caminhões em fevereiro somou 7.719 unidades. Mais uma vez o modelo Volvo FH 540 foi o mais vendido, com 1.013 emplacamentos

A venda de caminhões novos cresceu 18,46% no Brasil em fevereiro de 2021. No mês passado, foram emplacadas 7.719 unidades. Ou seja, 1.203 a mais do que em igual período de 2020. Na comparação com janeiro (7.262), a alta foi de 6.9%.

Os números foram divulgados nesta terça-feira 92) pela Fenabrave. De acordo com a federação que reúne as associações de concessionárias do Brasil, no acumulado do ano os números também são favoráveis.

Assim, a venda de caminhões somou 14.981 unidades em janeiro e fevereiro. Ou seja, houve alta de 9.37% ante as 13.697 unidades emplacadas em igual período de 2020.

Implementos em alta no acumulado

Segundo o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, o que vem ditando a venda de caminhões é a capacidade de produção. De acordo com ele, praticamente não há estoques nas concessionárias.

De acordo com ele, o setor de caminhões enfrenta a escassez de peças e insumos. Na prática, isso limita a produção e, portanto, a oferta.

“Ao mesmo tempo, a demanda continua aquecida”, afirma o presidente da Fenabrave. Como resultado, para alguns modelos os pedidos feitos agora só serão entregues em setembro ou outubro.

Implementos em alta no acumulado

Assim como a venda de caminhões novos, a de implementos rodoviários também registrou alta. Em outras palavras, o número de emplacamentos em fevereiro foi de 6.526 unidades.

Ou seja, o avanço foi de 49,77% ante as 4.404 vendas em janeiro de 2020. Ao passo que, na comparação com janeiro de 2021, houve queda de 1,93%. No mês passado, foram emplacadas 6.726 unidades.

De acordo com Assumpção, o setor enfrenta um momento parecido com o de caminhões. Ou seja, a demanda aquecida está e existe boa oferta de crédito. Porém, pode haver falta de produtos para entrega imediata.

Ranking por marca

Segundo a Fenabrave, a Mercedes-Benz lidera a venda de caminhões novos no primeiro bimestre de 2021. A marca alemã tem 36,17% de participação.

Em seguida vem a Volkswagen/MAN, com 27,61% do mercado. Ao passo que a Volvo aparece na terceira posição, com 16,02% do bolo.

Depois vêm a Scania, com 9,33%, Iveco, com 6,18%, e DAF (4,27%). As seis empresas são as maiores do setor no País. .

Ranking por segmento

Da mesma forma como em anos anteriores, os pesados que mantêm a liderança na venda de caminhões por segmento. Assim, detêm 47,96% de participação no acumulado de janeiro e fevereiro.

Em seguida vêm os semipesados (28,24%). Assim como os leves (9,81%), os médios (8,75%) e os semileves (5,25%).

Ranking por modelo

Em primeiro lugar, na lista por modelo no acumulado de janeiro e fevereiro, está o Volvo FH 540. Foram emplacadas 1.013 unidades do cavalo-mecânico no primeiro bimestre.

Imediatamente em seguida está o médio Volkswagen Delivery 11.180, com 650 vendas. O DAF XF aparece na terceira posição. Assim, teve 626 unidades vendidas.

Vendas de caminhões – os dez mais (fevereiro)

MODELO FEV. ACUM.
1º VOLVO FH 540 613 1.013
2º VOLKSWAGEN 11.180 273 650
3º DAF XF 319 626
4º MERCEDES-BENZ ACTROS 2651 242 565
5º VW/MAN 24.280 283 542
6º MERCEDES-BENZ ACCELO 1016 254 507
7º VOLVO FH 460 263 505
8º SCANIA R 450 349 500
9º MERCEDES-BENZ ATEGO 2426 233 483
10º MERCEDES-BENZ ACCELO 815 225 413

 

Os dez caminhões pesados mais vendidos

MARCA/MODELO FEV. ACUM.
1º VOLVO FH 540 613 1.013
2º DAF   XF 319 626
3º MERCEDES-BENZ ACTROS 2651 242 565
4º VOLVO FH 460 263 505
5º SCNIA R 450 349 500
6ºSCANIA R 540 171 312
7º MERCEDES-BENZ AXOR 3344 92 291
8º SCANIA R 500 144 221
9º MERCEDES-BENZ ATEGO 2730 133  210
10º MERCEDES-BENZ ACTROS 2544  125  197

 

Os dez caminhões semipesados mais vendidos

MARCA/MODELO FEV. ACUM.
1º VOLKSWAGEN 24.280 283 542
2º MERCEDES-BENZ ATEGO 2426 233 483
3º MERCEDES-BENZ ATEGO 1719 139 373
4º VW/MAN 24260 198 347
5º MERCEDES-BENZ ATEGO 3030 125 252
6º VOLVO VM 270 113 238
7º VOLVO VM 330 87 188
8º VW/MAN 31.280 117 182
9º VW/MAN 17.190 109 179
10º VW/MAN 17.260 108 176

 

Os dez caminhões médios mais vendidos

MARCA/MODELO FEV. ACUM.
1º VOLKSWAGEN 11.180 273 650
2º MERCEDES-BENZ ATEGO 1419 72 149
3º VOLKSWAGEN 13.180 88 138
4º IVECO TECTOR 11.190 58 129
5º VOLKSWAGEN  14.190 68 127
6º MERCEDES-BENZ ACCELO 1316 39 92
7º MERCEDES-BENZ 1418 12 14
8º FORD CARGO 1119 3 4
9º AGRALE 14000 3 3
10º VOLKSWAGEN 13.190 2 2

 

Os dez caminhões leves mais vendidos

MARCA/MODELO FEV. ACUM.
1º MERCEDES-BENZ ACCELO 1016 254 507
2º MERCEDES-BENZ ACCELO 815 225 413
3º VOLKSWAGEN MAN 9.170 213 366
4º IVECO TECTOR 9-190 3 26
5º HYUNDAI HD D 80 17 31
6º MERCEDES-BENZ ACCELO 915 3 26
7º VOLKSWAGEN MAN 9.160 20 22
8º JAC IEVI 200T 5 5
9º VOLKSWAGEN 8160 5 5
10º IVECO DAILY 70-170 2 4

 

Os dez caminhões semileves mais vendidos

MARCA/MODELO JAN. ACUM.
1º MERCEDES-BENZ SPRINTER 416 212 399
2º MERCEDES-BENZ SPRINTER 516 88 157
3º IVECO DAILY 65-170 31 60
4º IVECO DAILY 45-170 23 51
5º VOLKSWAGEN 6.160 15 34
6º IVECO DAILY 55-170 12 31
7º MERCEDES-BENZ SPRINTER 11 29
8º MERCEDES-BENZ SPRINTER 415 3 11
9º IVECO DAILY 4514 3 3
10º MERCEDES-BENZ SPRINTER 515 3 3

 

Venda de ônibus continua em queda

De acordo com a Fenabrave, em fevereiro o setor de ônibus emplacou 1.428 unidades no Brasil. Ou seja, houve queda de 22,43% sobre fevereiro de 2020. No mesmo mês do ano passado foram vendidas 1.841 unidades.

Na comparação com janeiro de 2021, no entanto, a alta foi de 7,85%. No mês passado foram emplacados 1.324 ônibus no mercado brasileiro.

Já no primeiro bimestre foram vendidas 2.752 unidades. O número representa queda de 31,18% na comparação com as 3.999 vendas em igual período de 2020.

Fonte: Estadão

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email