Notícias

Vale investe US$ 80,2 milhões e renova trem de passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas.

vale trem novo - Sindicamp

A mineradora Vale investiu US$ 80,2 milhões para renovar a frota do trem de passageiros da EFVM (Estrada de Ferro Vitória a Minas). Fabricados na Romênia, são 56 vagões carros, sendo 10 executivos e 30 econômicos, além de vagões-restaurante, lanchonete, gerador e espaço para cadeirantes.
Os primeiros carros desembarcaram em Vitória (ES) depois do Natal e, após serem montados, seguirão para testes na ferrovia nos primeiros meses de 2014. A previsão é de que circulem ainda no primeiro trimestre. Toda a frota nova estará na malha da EFVM até o segundo semestre do ano.
A linha férrea liga a cidade de Belo Horizonte (MG) à Cariacica, na Região Metropolitana de Vitória, e aos portos de Tubarão, Praia Mole, e Barra do Riacho, no Espírito Santo. O trajeto tem 664 quilômetros, 30 estações e atende 42 municípios. Na classe executiva, a tarifa é de R$ 91. Na econômica, R$ 58.
A mineradora informou ainda que também vai renovar a frota do trem de passageiros da EFC (Estrada de Ferro Carajás) e que os novos vagões começarão a operar a partir de 2015. Nesse caso, os investimentos somarão mais US$ 56 milhões, segundo o diretor-executivo de Logística e Pesquisa Mineral da Vale, Humberto Freitas.
Especificações
Cada carro executivo tem capacidade para transportar 60 passageiros. Já nos econômicos haverá 79 lugares. Em ambas as classes os carros são climatizados e contam com tomadas elétricas individuais nas poltronas para possibilitar o carregamento de equipamentos eletrônicos, como notebooks e telefones celulares.
Os banheiros receberam novo layout. O sistema de descarga é a vácuo, semelhante ao utilizado na indústria da aviação, o que reduz o consumo de água. Os novos carros também são equipados com monitores de vídeo. Além disso, toda a composição conta com detector de fumaça, aumentando a segurança dos usuários.
Os carros da classe executiva contam com sistema de som e iluminação individualizados. As poltronas são mais largas, e com inclinação maior que as da classe econômica. As novidades contemplam também os carros-restaurante e cadeirante. O primeiro possui 72 lugares, o que representa um acréscimo de 56% em relação às composições que operam atualmente.
O investimento prevê ainda um novo sistema de abertura e fechamento das portas externas, bem como as localizadas entre um carro e outro, que é automático. A travessia entre os carros também recebeu melhorias, e agora a conexão entre os vagões passa a ser vedada por um sistema de plástico emborrachado.
Os novos carros de passageiros contam ainda com displays externos e internos, que exibem informações gerais sobre a viagem. Dados como destino e trajeto do trem, número dos carros, estações e paradas de embarque e de desembarque, entre outros, são algumas das orientações voltadas a facilitar ainda mais a viagem.
A Vale é a única empresa do Brasil a oferecer, diariamente, o serviço de transporte ferroviário de passageiros em longa distância.
Fonte: Transporta Brasil.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Scroll Up