Notícias

Treinamentos em simuladores contribuem para uma direção mais segura

Motoristas profissionais são capacitados para enfrentar situações de risco; prática simulada contribui para a redução de erros ao dirigir

Em 2020, foram registrados 63.447 acidentes em rodovias federais, causados por fator humano associado à infraestrutura viária ou a algum fator externo, como chuva ou animais na pista. Desse total, cerca de 19% tiveram ônibus e caminhões envolvidos, de acordo com o Painel de Acidentes da CNT (Confederação Nacional do Transporte), que utiliza dados da Polícia Rodoviária Federal.

Ciente da sua responsabilidade de promover um trânsito mais seguro, o SEST SENAT disponibiliza uma série de treinamentos com foco na direção segura e preventiva para motoristas profissionais.

Uma dessas iniciativas é a utilização de simuladores híbridos de direção para ônibus, caminhão e carretaO equipamento oferece um ambiente multissensorial que reproduz seis cenários e 24 tipos diferentes de veículos, onde o motorista é imerso em práticas simuladas que reproduzem diferentes interferências no trânsito. São situações que, no ambiente real, colocariam o condutor do caminhão, da carreta ou do ônibus em risco.

O simulador de direção está presente em mais de 130 unidades do SEST SENAT no Brasil. As capacitações têm um padrão de qualidade nacional, e a tecnologia permite que o treinamento seja adequado às diferentes realidades do setor transportador por todo o país. Entre os alunos capacitados com o simulador, 89,6% afirmam que a ferramenta auxiliou para uma prática de direção mais segura e eficiente.

O ambiente de simulação é formado por três partes, o que permite uma experiência completa de prática e aprendizado. No posto do condutor, uma plataforma de movimento, composta por um banco e um painel, aumenta a sensação de conduzir um veículo de verdade. No posto do instrutor, três telas de visualização permitem interagir com o motorista e monitorar o desempenho do aluno em tempo real.

O instrutor pode criar interferências no trajeto simulado durante o exercício e mudar as condições do clima, da via ou do veículo. Já o posto do observador reproduz a imagem da simulação para outros alunos. Eles acompanham a prática dos colegas e a orientação repassada pelo instrutor, assim, adquirem mais conhecimentos.

Jonas Vieira Lima é instrutor do SEST SENAT em Imperatriz (MA) e trabalha com os simuladores desde quando foram implementados, em 2017. Ele destaca que os equipamentos possibilitam a união da teoria com a prática dentro da sala de aula e atuam como importantes ferramentas para evitar acidentes com veículos de grande porte. “Por meio do simulador, a gente estimula e instiga a atenção do aluno durante uma situação de perigo e diante de um defeito no painel ou de chuva intensa. Isso permite levá-lo para uma experiência que não vai gerar danos, caso resulte em acidente, mas que contribui para provocar as reações necessárias em situações de risco”, explica.

Os treinamentos do SEST SENAT também englobam práticas em veículos reais, em pistas de treinamento. Essas práticas são executadas por meio de manobras e circuitos de condução nas condições reais encontradas nas rodovias.

Maio Amarelo

Neste ano, a CNT e o SEST SENAT são os apoiadores centrais do Maio Amarelo, que tem como tema “Respeito e responsabilidade: pratique no trânsito”. A ação quer mostrar a importância da união de forças de toda a sociedade para a causa, afinal, enquanto apenas um pedestre, ciclista, motorista, passageiro ou motociclista estiverem desrespeitando as regras, todos estarão em risco. O Observatório Nacional de Segurança Viária é o idealizador da campanha.

Fonte: Agência CNT Transporte Atual

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Scroll Up