Notícias

Trecho Leste do Rodoanel desviará 25 mil caminhões por dia das ruas de municípios locais.

 

Uma estimativa realizada pela concessionária SPMar apontou que os municípios de Suzano, Poá, Itaquaquecetuba e algumas cidades do ABC Paulista, como Mauá, deixarão de receber aproximadamente 48 mil veículos por dia após a inauguração da primeira parte do Trecho Leste do Rodoanel Mario Covas.

Cerca de 25 mil do total de veículos estipulado pela companhia responsável pelas obras são caminhões, ou seja 53%. Enfileirados, essa quantidade de veículos pesados daria quase 500 quilômetros.

Na região do Alto Tietê, a cidade mais beneficiada pelo anel viário poderá ser Suzano, isso porque a rodovia Índio Tibiriçá (SP-31) é muito utilizada por empresas de transporte que saem do Porto de Santos em direção a rodovias como Ayrton Senna (SP-71) e Presidente Dutra (BR-116).

Os motoristas poderão ingressar no Rodoanel pelo Trecho Sul ainda nas rodovias Anchieta (SP-150) e dos Imigrantes (SP-160) em direção a Mauá, onde terão acesso ao Trecho Leste que terminará, por enquanto, na SP-70, em Itaquaquecetuba, onde haverá entrada e saída para o anel viário. O governo do

Estado prevê que as obras desta primeira etapa terminem no fim deste mês.

Em Suzano haverá uma alça de acesso e saída que ligará a Índio Tibiriçá e a estrada dos Fernandes, na Chácara Sete Cruzes, por meio da estrada Pau-a-Pique, ao Trecho Leste.

O Trecho Leste do Rodoanel terá 43,5 quilômetros, e ligará o Porto de Santos ao Aeroporto Internacional de Guarulhos. O investimento aplicado para a construção do trecho é de R$ 3,8 bilhões.
Fonte: Transporta Brasil.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email