Notícias

Tarifas aeroportuárias de Guarulhos e Viracopos, em São Paulo, serão reajustadas.

 

Estão publicadas no Diário Oficial da União desta quinta-feira (10) as novas tarifas dos aeroportos internacionais de Guarulhos e de Viracopos, ambos em São Paulo. O reajuste de 6,52% passa a valer em 30 dias e foi autorizado pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). Conforme o órgão, a medida está prevista nos contratos de concessão assinados em junho de 2012.

O reajuste, calculado com base na variação do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) nos últimos 12 meses, afeta as tarifas de embarque, conexão, pouso, permanência, armazenagem e capatazia – referente à movimentação de cargas e mercadorias nos terminais – destinadas à remuneração da prestação dos serviços e instalações dos aeroportos.

No caso das tarifas de embarque, que são diretamente pagas pelos passageiros, os valores passaram de R$ 16,59 para R$ 17,68 nos voos domésticos, e de R$ 29,38 para R$ 31,29 nos voos internacionais. Se considerar a incidência do Ataero (Adicinional de Tarifa Aeroportuária), destinado ao Fundo Nacional de Aviação Civil, a tarifa de embarque doméstico ficará em R$ 24,02 e a de embarque internacional R$ 42,53. 

Quanto às demais taxas aplicadas às empresas aéreas que fazem voos domésticos e internacionais regulares, chamado Grupo I, os novos valores serão os seguintes:

– Conexão: R$ 8,14 para domésticos e internacionais;

– Pouso (por tonelada): R$ 5,5353 para domésticos; R$ 14,7578 para internacionais;

– Permanência no pátio de manobra: R$ 1,0937 para domésticos; R$ 2,9463 para internacionais;

– Permanência na área de estadia: R$ 0,2321 para domésticos; R$ 0,5998 para internacionais.

Já para as aeronaves públicas e privadas que fazer serviços especializados, como táxi aéreo e jatos particulares, por exemplo, chamado Grupo II, as novas tarifas (que variam de acordo com o peso máximo de decolagem da aeronave) são:

– Embarque e pouso: mínimo de R$ 90,58 e máximo de R$ 8.609,29 para voos domésticos; mínimo de R$ 130,37 e máximo de R$ 18.314,32 para voos internacionais;

– Permanência no pátio de manobra (por hora): mínimo de R$ 14,98 e máximo de R$ 414,46 nos voos domésticos; mínimo de R$ 14,08 e máximo de R$ 1.057,04 nos voos internacionais;

– Permanência na área de estadia (por hora): para voos domésticos, mínimo de R$ 0,99 e máximo de R$ 82,87; para voos internacionais, mínimo de R$ 0,91 e máximo de R$ 211,98.

Para saber os novos valores das demais tarifas aeroportuárias, clique aqui.

Natália Pianegonda.

Fonte: Agência CNT de Notícias.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Scroll Up