Notícias

São Paulo reduz ICMS de rastreamento de carga

O governo paulista reduziu o ICMS sobre o serviço de monitoramento e rastreamento de cargas. Observadas as condições estabelecidas pelo Decreto nº 59.652, a alíquota do imposto estadual passará a ser de 5%.  De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado, a norma segue o que foi estabelecido no Convênio ICMS do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) nº 139, de 2006, que autoriza os Estados a conceder redução de base de cálculo do ICMS na prestação de serviço de comunicação, na modalidade de monitoramento e rastreamento de veículo e carga.
Para o advogado Marcelo Jabour, presidente da Lex Legis Consultoria Tributária, a medida é relevante porque o setor enfrenta ainda um conflito de competência, em razão da possibilidade de cobrança do Imposto sobre Serviços (ISS). A Lei Complementar nº 123, de 2003, incluiu a atividade na lista das que devem recolher ser tributadas pelo imposto municipal, como “vigilância, segurança ou monitoramento de bens e pessoas”. “Os Estados, por sua vez, entendem que essa atividade está enquadrada no conceito de prestação de serviço de comunicação, portanto, devendo ser alcançada pelo ICMS”, afirma Jabour.
Pelo decreto, publicado na edição de ontem do Diário Oficial do Estado, o benefício é válida a partir de 1º de novembro. Até então, o regulamento do ICMS paulista falava apenas em redução da carga tributária para 10%, desde 2009.
Fonte: Valor Econômico.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Scroll Up