Notícias

Roubo de cargas cai 23% no Brasil, mas prejuízo ultrapassa R$ 1,2 bilhão

Estudo da NTC&Logística aponta que Sudeste é a região mais afetada, com 81,33% das ocorrências, seguida de Sul (8,89%) e Nordeste (6,66%)

 

Levantamento da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) apontou que o número de roubo de cargas no Brasil caiu 23% no Brasil em 2020. Foram 14.159 ocorrências contra 18.382 em 2019, segundo o relatório, divulgado desde 1998.

Apesar disso, o cenário ainda é preocupante para o setor, conforme a entidade, uma vez que os prejuízos somam R$ 1,2 bilhão. O Sudeste segue sendo a região mais afetada, com 81,33% das ocorrências. Em seguida, aparecem Sul (8,89%), Nordeste (6,66%), Centro-Oeste (1,91%) e Norte (1,21%).

Entre os produtos mais visados, estão os gêneros alimentícios, cigarros, eletroeletrônicos, combustíveis, bebidas, artigos farmacêuticos, autopeças, defensivos agrícolas e têxteis e confecções.

De acordo com o assessor de segurança da entidade e responsável pelo levantamento, coronel Paulo Roberto de Souza, a redução no total de ocorrências é resultado do alto investimento das empresas em tecnologias e medidas preventivas, além do maior rigor dos órgãos de segurança pública.

“Desde 2017, onde tivemos o maior número de ocorrências, estamos acompanhando uma redução, e isso é positivo, mas estamos falando de milhares de roubos em todo o Brasil”, observa o presidente da NTC&Logística, Francisco Pelucio, retirando o compromisso do setor em trabalhar para reduzir ainda mais os casos.

 

Fonte: Globo Rural

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email