Notícias

Rodovias receberão 19 equipamentos.

 

Cinco rodovias do Alto Tietê vão receber 19 equipamentos para fiscalização eletrônica, entre radares e lombadas e, a partir de julho, os aparelhos já estarão em funcionamento e multando os motoristas que excederem o limite de velocidade permitido em cada via. Trata-se de um pacote de investimentos que o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) está fazendo no Estado de São Paulo e que vai contemplar trechos de Suzano, Guararema, Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim e Salesópolis.

A rodovia Índio-Tibiriçá (SP-31), no trecho de Suzano, é a via que receberá a maior parte desses equipamentos. Serão implantados sete aparelhos entre radares e lombadas eletrônicas ao longo de nove quilômetros que abrangem o município. São eles: quilômetros 57,1; 58; 58,7; 60,4; 64,3; 65,7 e 66,2. Não foram informados os locais exatos onde ficarão as lombadas e os radares. Ao todo, a Índio-Tibiriçá vai ganhar 13 equipamentos, sendo três radares fixos e dez lombadas eletrônicas, porém, seis aparelhos serão instalados no trecho de Ribeirão Pires.

Mogi das Cruzes também é uma das cidades que vai receber maior número de radares, já que o DER vai instalar seis equipamentos para a fiscalização eletrônica de velocidade nas rodovias do município, incluindo a Mogi-Salesópolis (SP-88), onde serão instalados sete radares, sendo quatro no trecho do município mogiano (km 59; 60,4; 61,2 e 68), dois em Biritiba Mirim (km 61,2 e 68) e um em Salesópolis (km 81,8).

A rodovia Mogi-Guararema (SP-66) também será contemplada com três radares. Dois deles serão instalados no trecho que integra Guararema (km 72,3 e 82) e um em Mogi (km 62,7). A estrada das Varinhas (SP-39), que liga os distritos de Jundiapeba e Taiaçupeba, ai receber um radar no km 51,6. O local, inclusive, já foi palco de diversos acidentes graves por abuso de velocidade. A Mogi-Bertioga (SP-98) vai ganhar a implantação do aparelho no km 94,3, já no trecho do município litorâneo.

O DER informou que o objetivo da implantação desses equipamentos é reduzir o volume de acidentes de trânsito nos pontos de atenção das rodovias estaduais, ou seja, locais onde os acidentes são ocasionados por abuso de velocidade. A autarquia afirmou que a previsão para que os radares comecem a operar é entre o final deste mês e julho. O pacote de investimentos vai beneficiar 40 municípios com investimentos de R$ 6,2 milhões.
Fonte: Mogi News.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email