Notícias

Novo viaduto de acesso da Rodovia Anhanguera é inaugurado.

 

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin, entregou diversas obras de melhoria na malha rodoviária que atende região metropolitana de Campinas, inclusive o novo viaduto de acesso da Rodovia Anhanguera ao Distrito de Nova Veneza, no quilômetro 113,6, com a presença do prefeito de Campinas Jonas Donizette e a prefeita de Sumaré Cristina Carrara. Obra que era uma antiga reivindicação de moradores.

Na mesma cerimônia, também foi entregue oficialmente as obras de construção de mais 6,5 quilômetros de marginais nas pistas Norte e Sul da Rodovia Anhanguera e a ponte sobre o Ribeirão Tijuco Preto. Geraldo Alckmin também destacou as obras em andamento na Anhanguera em Sumaré, como a construção de novas marginais entre os quilômetros 110 e 120 (entre Campinas e Americana). Só na Anhanguera, os investimentos em melhorias somam R$ 282 milhões.

“Nós ficamos muito felizes e, ao mesmo tempo, surpresos porque o governador Alckmin anunciou também, sem aviso prévio, um investimento de R$ 35 milhões que vão ser utilizados na construção de duas pistas marginais na Rodovia Santos Dumont. A obra é estratégica, vai desafogar o tráfego intenso na região nos horários de pico e nem estava prevista neste momento”, destacou o prefeito de Campinas Jonas Donizette.

Em discurso a prefeita de Sumaré Cristina Carrara disse que “As melhores rodovias do Brasil estão em São Paulo. Nosso Estado é um grande canteiro de obras graças à política de investimentos do Governo do Estado. E Sumaré está sendo contemplada por este programa, com diversas melhorias no trecho da Rodovia Anhanguera que corta nossa cidade, além de ser beneficiada indiretamente também pelas melhorias em toda a malha que serve a RMC (Região Metropolitana de Campinas), que tem um dos maiores VDMs (Volume Diário Médio) de veículos em circulação”.

Cristina Carrara também acompanhou o anúncio, feito pelo governador, de investimentos de R$ 14,8 milhões para o desenvolvimento dos projetos de dois novos reservatórios de água que vão servir a Região Metropolitana de Campinas. Com o aporte, serão realizados os projetos executivos e as pesquisas de impacto ambiental na Bacia dos rios Piracicaba, Jundiaí e Capivari, que receberá os reservatórios.

“Assinamos a liberação para o licenciamento ambiental de duas grandes barragens. A barragem Pedreira, no Rio Jaguari, terá 26,3 milhões de metros cúbicos de água e, a barragem Duas Pontes, no Rio Camanducaia, 41,1 milhões de metros cúbicos de água”, disse Alckmin.

O reservatório de Pedreira ocupará uma área de 2,1 quilômetros quadrados e vai permitir uma vazão regularizada de 9,6 mil litros de água por segundo. O reservatório Duas Pontes deverá ocupar uma área de 4,6 quilômetros quadrados e vai permitir uma vazão regularizada de 9,8 mil litros de água por segundo. O ganho total de vazão em relação às vazões mínimas será de 6,4 mil litros de água por segundo.

Os novos reservatórios serão construídos abaixo do Sistema Cantareira e têm por objetivo criar uma reserva hídrica estratégica que vai permitir aprimorar a operação do Sistema Cantareira, especialmente nas épocas de estiagem.
Fonte: Portal de Paulínia.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email