Notícias

Liberação de crédito para prefeitura e empresas de Campinas triplica em 2024 e chega a R$ 17,2 milhões

Liberação de crédito para prefeitura e empresas de Campinas triplica em 2024 e chega a R$ 17,2 milhões

 

A liberação de crédito para a prefeitura e empresas de Campinas (SP) por meio da Desenvolve SP, agência de fomento do governo do estado de São Paulo, triplicou nos cinco primeiros meses de 2024 em relação ao ano anterior e chegou ao total de R$ 17,24 milhões.

📈 Considerando o período de janeiro a maio de 2023, o total de crédito liberado pela agência para empreendedores e à administração da metrópole foi de R$ 6,14 milhões. No comparativo com este ano, a alta foi de 180,78%.

💳 Em 2024, foram 16 projetos contemplados; desses, um diz respeito a uma iniciativa pública de pavimentação. Já entre as micro, pequenas e médias empresas, os setores que receberam a verba foram os de comércio e serviços, nas áreas de:

  • educação;
  • alimentação;
  • engenharia;
  • informática;
  • advocacia;
  • agricultura;
  • e gestão empresarial.

Cenário estadual

 

Segundo a Desenvolve SP, a alta em liberações de crédito também pôde ser observada nas demais cidades da Região Administrativa de Campinas, formada por 90 municípios. No mesmo período, o aumento foi de 7,4% em relação ao ano anterior, mas os valores não foram informados.

Considerando exclusivamente os empréstimos feitos às prefeituras, a alta chegou a 120%. Foram, ao todo, 15 municípios atendidos para realização de obras de extração e tratamento de água, iluminação pública e reformas de prédios públicos, por exemplo.

Já em relação à verba liberada para micro, pequenas e médias empresas, as áreas beneficiadas incluem os setores de comércio, indústria, agricultura e serviços.

Indicador positivo

 

Coordenador do curso de economia da Facamp, José Augusto Ruas explica que as empresas aptas a receber os recursos da agência são aquelas que, no ano fiscal anterior à solicitação, tenham registrado faturamento anual entre R$ 81 mil e R$ 300 milhões.

“O crédito indica, de forma geral, que você tem empresas, empresários, que estão se predispondo a fazer uma dívida porque apostam que o futuro vai ser positivo e que não conseguir pagar essa dívida. Quando a tomada de crédito cresce, muitas vezes é um bom sinal de que você tem uma perspectiva positiva na visão desses empresários”, analisa.

Ruas vê como positiva a diversificação entre os setores atendidos pela iniciativa, mas destaca a importância da adesão de empresas ligadas à produção industrial. “Campinas é muito caracterizada por ser uma região bastante intensa em serviços, então a característica do crédito está de acordo com os segmentos de atividade da região”, pontua.

Para solicitar crédito na agência de fomento, é necessário preencher o formulário disponível no site. O prazo de pagamento para prefeituras e micro, pequenas e médias empresas é de até dez anos, incluindo carência de até três anos.

Fonte: g1

Compartilhe: