Notícias

Interdições constantes na Rodovia Fernão Dias serão debatidas em audiência pública

 


As interdições que causam insegurança e testam a paciência de motoristas na BR-381 (Rodovia Fernão Dias) serão debatidas na terça-feira em audiência pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Somente este ano foram três bloqueios causados por problemas com cargas excedentes, além de acidentes que deixaram trechos fechados por horas.

Um comboio de 540 toneladas e mais de seis metros de largura, que leva um transformador de Betim em direção a São Paulo, já interrompeu a rodovia no dia 22 de março e 15 de abril. Primeiro, parte do veículo pegou fogo e parou na altura da cidade de Brumadinho, causando interrupção de 31 horas.

Depois, quando tentava seguir para o destino, saindo de um posto de gasolina na altura do km 535 em Itatiaiuçu, na Região Central de Minas Gerais, as ferragens do comboio enroscaram na fiação elétrica, o que impediu a saída. Desde então, o comboio tenta seguir viagem, mas tudo indica que receberá autorização para retornar à empresa responsável em Betim.

Outra carga excedente causou problemas no dia 5 de maio. A carreta de 32 metros de comprimento, cinco metros de largura e 40 toneladas atravessou na pista, na altura do km 812, em Careaçu, no Sul de Minas Gerais. A rodovia só foi liberada quase 20 horas após o acidente.

Também no dia 5, o trânsito ficou fechado por mais de 10 horas por causa de uma carreta carregada com café que tombou na pista sentido BH/ São Paulo, na altura do km 925, em Itapeva, no Sul de Minas. Outros acidente envolvendo veículos de carga são recorrentes na estrada, que acumula pontos de interdição durante o dia.

A audiência de amanhã tem como finalidade de debater e propor medidas que possam eliminar os riscos e garantir a segurança de pedestres, transeuntes, motoristas e passageiros que transitam diariamente pela rodovia.

Foram convidados a participar da reunião o secretário de Estado de Defesa Social, Bernardo Santana de Vasconcellos; o procurador-chefe da Procuradoria da República no Estado de Minas Gerais, Adaílton Ramos do Nascimento; o diretor-superintendente da Autopista Fernão Dias em Pouso Alegre (Sul de Minas), Helvécio Tamm de Lima Filho; o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Murilo de Campos Valadares; o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), de Brasília (DF), Jorge Luiz Macedo Bastos; e o superintendente da Polícia Rodoviária Federal – 4ª Superintendência Regional, em Contagem (RMBH), Guido Marcelo Mayol.

Fonte: em.com.br

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Receba nossa newsletter!

Fique por dentro das novidades do setor.

© 2020 – Sindicato das Empresas de Transportes e Cargas de Campinas e Região – SINDICAMP – Todos os direitos reservados | Desenvolvido por PrinciWeb