Notícias

Inovação para etanol receberá R$ 1,4 bilhão.

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) irá oferecer R$ 1,4 bilhão em créditos para inovação tecnológico nas lavouras de cana-de-açúcar entre 2014 e 2018, informou o banco durante encontro com indústrias do setor sucroenergético em São Paulo ontem.
Os recursos serão oferecidos em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), do governo federal.
Produção menor
Enquanto isso, o clima seco e quente no Centro-Sul no início deste mês deverá evitar um crescimento na safra 2014/2015 de cana, estimada agora em um volume semelhante ao registrado na atual temporada 2013/2014, disse ontem a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) que representa as principais empresas do setor.
As usinas do Centro-Sul, região que responde por 90% da produção nacional de cana, estão encerrando a safra 2013/2014 com uma moagem recorde de 596,2 milhões de toneladas, segundo os dados atualizados até o final de janeiro. “A verdade é que nós vamos perder todo o potencial que havia de crescimento, perto de 40 milhões de toneladas”, disse o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.
As chuvas, que voltaram à região nos últimos dias, deverão apenas impedir novas perdas, sem condições de recuperarem os prejuízos registrados até o momento. “O que perdeu, perdeu. Não tem mais esta recuperação, e a expectativa agora é que a chuva se mantenha na normalidade e que não tenha uma quebra maior ainda do que já aconteceu”, disse Padua.
A Unica divulgará, entre o final de março e começo de abril, uma avaliação das perdas efetivas ocorridas desde dezembro, informou o executivo.
Fonte: DCI.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Scroll Up