Notícias

Indústrias da região de Campinas têm aumento no valor das vendas totais e esperam último trimestre melhor do que em 2020, diz Ciesp

Sondagem industrial é realizada todo mês pelo órgão com 40 empresas associadas. Custos com matéria-prima e energia continuaram aumentando

A maioria das indústrias da região de Campinas (SP) registrou aumento no valor das vendas totais em outubro, de acordo com dados do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp-SP). O balanço corresponde a uma sondagem industrial realizada todo mês pelo órgão com 40 empresas associadas.

Segundo a pesquisa, 55% das companhias responderam que tiveram alta nas vendas, enquanto que 22% afirmaram que o valor diminuiu e outras 23% revelaram que o número permaneceu estável. Além disso, a maior parte das industrias também apontaram otimismo em relação a economia no último período do ano.

O balanço mostra que 67% acreditam que a economia de será melhor em novembro e dezembro em comparação com o mesmo período de 2020.

Além disso, os custos com matéria-prima e energia continuaram aumentando, assim como nas últimas sondagens. No caso da energia, a alta indica que as indústrias permanecem preocupadas com a possibilidade de uma eventual nova crise hídrica afetar a produção.

Ciesp Campinas

As empresas associadas ao Ciesp Campinas movimentam média de R$ 41,5 bilhões por ano. Do total de 494 empresas, 84 são multinacionais.

Elas estão distribuídas pelos municípios de Amparo (SP), Artur Nogueira (SP), Campinas (SP), Conchal (SP), Estiva Gerbi (SP), Holambra (SP), Hortolândia (SP), Itapira (SP), Jaguariúna (SP), Mogi Guaçu (SP), Mogi Mirim (SP), Paulínia (SP), Pedreira (SP), Santo Antonio de Posse (SP), Serra Negra (SP), Sumaré (SP) e Valinhos (SP).

Os setores de atuação delas são os de alimentos, bebidas, diversos (itens específicos), elétrico, eletrônico, comunicação, madeira, mecânico, metalúrgico, papel e papelão, prestadores de serviços, produtos de materiais plásticos, produtos minerais não metálicos, químico, têxtil, além de transportes e autopeças, entre outros.

Fonte: G1 Campinas e Região

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email