Notícias

IBGE: volume de serviços sobe em 4 de 5 atividades em julho ante julho de 2021

Imagem: Divulgação/Canva

O volume de serviços prestados subiu, na comparação de julho com julho de 2021, em quatro das cinco atividades investigadas pela Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça, 13. No agregado, o volume de serviços prestados subiu 6,3% na comparação com julho do ano passado.

Segundo o IBGE, foi a 17ª alta mensal seguida nessa base de comparação. E houve crescimento em 59,6% de todos os 166 tipos de serviços pesquisados nos cinco setores.

Em julho, o destaque, segundo o IBGE, foi o setor de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio, com alta de 12,8%. O crescimento do setor foi puxado pelo “aumento de receita das empresas pertencentes aos ramos de transporte rodoviário de cargas, rodoviário coletivo de passageiros, aéreo de passageiros, gestão de portos e terminais, navegação de apoio marítimo e portuário, e ferroviário de cargas”, segundo o IBGE.

Também cresceram os serviços prestados às famílias (22,6%), os serviços profissionais, administrativos e complementares (4,2%) e os serviços de informação e comunicação (2,0%).

Na contramão, a única taxa negativa do mês ficou com o setor de outros serviços (-11,3%). Conforme o IBGE, a queda foi pressionada “pela menor receita oriunda de atividades de administração de fundos por contrato ou comissão; corretoras de títulos e valores mobiliários; recuperação de materiais plásticos; administração de bolsas e mercados de balcão organizados; e consultoria em investimentos financeiros”.

Já as atividades turísticas saltaram 26,5% ante julho de 2021. Foi a 16ª taxa positiva nessa base de comparação, num processo de retomada à medida que a vacinação contra covid-19 vai permitindo a normalização do funcionamento dos negócios. Segundo o IBGE, o movimento foi “impulsionado, principalmente, pelo aumento na receita de empresas que atuam nos ramos de restaurantes; transporte aéreo, hotéis, locação de automóveis, rodoviário coletivo de passageiros e serviços de bufê”.

Em termos regionais, todas os 12 Estados que compõem o indicador mostraram avanço nos serviços voltados ao turismo, com destaque para São Paulo (34,6%), seguido por Minas Gerais (38,7%), Rio de Janeiro (12,2%), Rio Grande do Sul (32,0%) e Paraná (33,9%).

Fonte: Estadão Conteúdo

Compartilhe:

Receba nossa newsletter!

Fique por dentro das novidades do setor.

© 2022 – Sindicato das Empresas de Transportes e Cargas de Campinas e Região – SINDICAMP – Todos os direitos reservados | Desenvolvido por PrinciWeb