Notícias

Forte chuva causa deslizamentos e interdição de rodovias em SC.

 

Com as chuvas fortes no Oeste e Serra catarinense, estragos já são registrados em municípios da região. Rodovias estão interditadas, houve deslizamento de terra e rios começam a transbordar nesta quinta-feira (26). Os relatos foram registrados até as 14h desta quinta.

Segundo a prefeitura de Joaçaba, a rua Amábile Falavinha sofreu com a erosão da pista por falta de escoamento de água. O asfalto cedeu e erodiu em diversos pontos. O trânsito está parcialmente interditado. Já na rua Sete de Setembro, ocorreu desmoronamento de terra, pedras e árvores e o trânsito está em meia pista.

Rodovias federais e estaduais.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) afirma que houve queda de barreira na BR-282, no km 224, em Lages, na Serra. A pista está totalmente interrompida e o trânsito foi desviado para  uma estrada de chão batido. A empresa responsável pelo trecho providencia a limpeza.

Já em Cunha Porã e Palmitos, no Oeste, ocorreram quedas de barreira com o deslizamento de  encosta em pista. O trânsito na BR-158 segue praticamente todo interrompido, pela incidência de diversos desmoronamentos, afirma a PRF.

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) de Ibicaré, no Oeste, está em operação na BR-150, acesso de Lacerdópolis a Ouro. Segundo os policiais o local tem grande concentração de água na pista e será avaliada a possibilidade de interdição.

Segundo a PMRv de Concórdia, houve queda de barreira no km 31 da SC- 283, no município de Arabutã. A estrada que liga Seara a Concórdia, no Oeste, e está interditada por quedas de árvores e lama na pista. Já o km 133 da SC-155, próximo ao município de Itá, está completamente fechada por rachaduras na pista. O trânsito foi desviado para o perímetro urbano.

Entre os município de Riqueza e Caíba, a PMRv de Iporã do Oeste avalia a necessidade de fechar o acesso a ponte da SC-283. No local, falta menos de um metro para o transbordamento do rio. Oficiais estão no local avaliando a situação.

Pontes.

A Defesa Civil de Joaçaba, Herval d’Oeste e Luzerna se reúnem às 15h desta quinta para avaliar a necessidade de fechamento dos acessos de pontes em que o nível de rios estão subindo rapidamente. Há a orientação aos moradores que não atravessem os acessos de Luzerna a Joaçaba e Herval d’Oeste a Joaçaba.

Previsão do tempo.

Segundo o meteorologista Leandro Puchalski, o volume de chuva registrado em algumas cidades do Oeste já ultrapassa em três vezes o esperado para o mês inteiro, que seria 300mm. A tendência é que a chuva se intensifique ao longo da tarde e tenha ainda mais força na madrugada nas regiões Oeste, Serra e Sul.
Fonte: Setcesp.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email