Notícias

Exportações brasileiras caem 16,8% em março.

 

De acordo com um balanço divulgado na última semana pelo MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), as exportações brasileiras registraram média diária de US$ 771,8 milhões no mês de março, o que representa um decréscimo de 16,8% em relação ao mesmo mês do de 2014. Nas importações houve uma média diária de US$ 751 milhões, com retração de 18,5%.

As exportações de básicos retrocederam 29,7%, para US$ 7,525 bilhões, com destaque para as quedas de minério de ferro (-49,9%); soja em grão (-39,3%), petróleo em bruto (-24,8%); e carne bovina (-23,7%). Já os embarques de manufaturados desmoronaram 6,1% em março, para US$ 6,533 bilhões, com destaque negativo para aviões (-27%); açúcar refinado (-25,6%) e pneumáticos (-22,3%).

As exportações de semimanufaturados cresceram 8,8% no mês passado, para US$ 2,461, o que foi alavancado principalmente, por cátodos de cobre (+253%); ferro fundido (+60,6%); e açúcar em bruto (+27,6%).

Nas importações, caíram as compras de combustíveis e lubrificantes (-28%); matérias-primas e intermediários (-18,8%); bens de capital (-16,3%); e bens de consumo (-13,7%).

As principais quedas de bens de consumo foram percebidas em automóveis, máquinas e aparelhos domésticos e peças para bens de consumo duráveis. No caso dos combustíveis, a retração sucedeu especialmente pela redução do preço do petróleo.

No âmbito das matérias-primas, caíram compras de insumos para agricultura, produtos alimentícios e acessórios de equipamentos de transportes. Em bens de capital, a queda mais significativa ocorreu em acessórios de maquinaria industrial.

Fonte: Transporta Brasil.

 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Receba nossa newsletter!

Fique por dentro das novidades do setor.

© 2020 – Sindicato das Empresas de Transportes e Cargas de Campinas e Região – SINDICAMP – Todos os direitos reservados | Desenvolvido por PrinciWeb