Notícias

Cubatão defende nova via expressa para o Porto de Santos.

 

O crescimento das atividades portuárias em Cubatão, de forma sustentável, é a meta da Prefeitura para os próximos anos. Segundo a Administração Municipal, é essencial incentivar o potencial da Cidade para operações logísticas e multimodais, ao mesmo tempo em que aprimora sua mobilidade urbana.

“Ainda não encontramos a harmonia de que o povo e a Cidade precisam”, afirma a prefeita Márcia Rosa, lembrando dos problemas registrados nos últimos anos pelo tráfego excessivo de caminhões com destino ao Porto, que congestionam o trânsito e prejudicam o acesso ao Município e ao Polo Industrial, uma das principais fontes locais de riqueza e empregos.

Diante desses problemas, a prefeita busca melhorias de modo que a atividade portuária seja ampliada na Cidade, mas sem impactos negativos à população. “Cansamos do ônus. Estamos trabalhando para buscar o bônus”, declara.

Para os próximos anos, Márcia Rosa trabalha para implantar, com o apoio dos governos Federal e Estadual, uma nova via expressa na região. Ela vai contornar o canal de navegação e interligar os terminais das duas margens do complexo marítimo (Direita, em Santos, e Esquerda, que engloba áreas de Guarujá e Santos) aos dois maiores pátios reguladores de veículos de carga da Baixada Santista, que ficam em Cubatão. São pouco mais de 11 quilômetros de pistas que trariam um benefício direto aos moradores.

A chefe do Executivo e seu secretariado acreditam que essa estrada, além de facilitar a mobilidade regional, dará um novo impulso à atividade logística no Município. Denominado Via Arterial Porto-Indústria, o acesso facilitará a exploração de cinco grandes áreas na Cidade, onde será possível a instalação de empresas voltadas a operações multimodais (envolvendo ferrovias, rodovias,

dutovias e até hidrovias), para a transferência das cargas de um meio de transporte para outro (transbordo) sem prejuízos para a região.

A realização desses projetos terá um impacto significativo na receita tributária da Cidade, permitindo à Administração Municipal ampliar os investimentos nos serviços essenciais, como Saúde e Educação Pública, além de estimular o mercado de trabalho. As expectativas para a construção da via são positivas, uma vez que a prefeita Márcia Rosa já teve o compromisso do Governo Federal, que assumiu a responsabilidade pelos estudos para a implantação da nova pista.

Fonte: Setcesp.

Compartilhe:

Receba nossa newsletter!

Fique por dentro das novidades do setor.

© 2022 – Sindicato das Empresas de Transportes e Cargas de Campinas e Região – SINDICAMP – Todos os direitos reservados | Desenvolvido por PrinciWeb