Notícias

Confiança da indústria atinge maior patamar desde agosto de 2021, aponta CNI

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), divulgado nesta quarta-feira pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), avançou dois pontos na passagem de julho para agosto, atingindo a marca de 59,8 pontos.

A alta no indicador é reflexo da melhora da percepção e das expectativas do empresariado em relação à economia brasileira. Esse é o maior nível do Icei desde agosto do ano passado, quando o índice chegou a 63,2 pontos.

De acordo com a pesquisa, a indústria segue confiante, uma vez que o ICEI permanece acima da linha divisória dos 50 pontos, que separa confiança de falta de confiança. O índice varia de 0 a 100 pontos. Foram ouvidas 1.542 empresas, das quais 599 de pequeno porte, 582 de médio porte e 361 de grande porte, entre 1º e 8 de agosto.

O Índice de Condições Atuais – um dos indicadores que compõem o ICEI – registrou alta de 3,1 pontos em relação a julho, alcançando 54,2 pontos. Segundo a economista da CNI Larissa Nocko, o avanço demonstra que o empresário percebe melhora mais forte e disseminada das condições atuais na comparação com os últimos seis meses.

“Os fatores que mais influenciaram esta alta da confiança do empresário industrial em agosto foram a recuperação econômica consistente dos últimos meses e a desoneração de itens que afetam a produção, como é o caso dos combustíveis e da energia”, afirma a economista da CNI.

Outro componente do Icei, o Índice de Expectativas também subiu – alta de 1,5 ponto, para 62,6 pontos. O aumento demonstra otimismo ainda mais forte e disseminado da indústria para os próximos seis meses.

 

Fonte: Valor Econômico

Compartilhe:

Receba nossa newsletter!

Fique por dentro das novidades do setor.

© 2022 – Sindicato das Empresas de Transportes e Cargas de Campinas e Região – SINDICAMP – Todos os direitos reservados | Desenvolvido por PrinciWeb