Notícias

Com obras, motoristas reclamam de ‘caos’ em acesso para Barão Geraldo.

Com obras, motoristas reclamam de acesso para Barão Geraldo, em Campinas.

O fechamento do acesso ao distrito de Barão Geraldo, em Campinas (SP), pela rodovia Professor Zeferino Vaz, também conhecida como Tapetão, tem causado transtorno e reclamações por parte dos motoristas que trafegam diariamente pelo trecho. Uma alternativa para acessar o local é a saída do quilômetro 116, que liga a rodovia aos bairros Santa Genebra e Real Parque. Nela, a população encontra dificuldade e sofre com o congestionamento nos horários de pico.

O acesso foi fechado no dia 29 de junho e a previsão da concessionária Rota das Bandeiras, que administra a Zeferino Vaz e todo o Corredor D. Pedro, é de que ele seja reaberto até o fim de outubro. “Piorou bastante, demoro 1h30 para andar cinco ou seis quilômetros”, reclama o aposentado Valter César, morador do Real Parque que passou pelo local durante a tarde desta quinta-feira (7).

“É todo dia isso, na parte da manhã e da tarde. Formam-se as filas imensas e o sofrimento é total”, completa o pintor Carlos Roberto Siqueira. Segundo ele, a concessionária precisava ter se planejado melhor para desafogar o trânsito no período de obras. “Devia ter feito mais saídas”, afirma.

“Atrasa para trabalhar, para levar o filho na escola. Está insuportável”, relata a psicóloga Maria da Glória Coelho, que também utiliza o trecho diariamente. Já a advogada Ana Carolina Oliveira comenta que ainda não viu agentes de trânsito sinalizando as rotas alternativas. “É horrível, a gente leva mais de meia hora para sair do bairro e pode ir embora”, critica.

Novo acesso

De acordo com a Rota das Bandeiras, a melhor forma para acessar Barão Geraldo é a partir de uma nova alça, no quilômetro 139 da rodovia D. Pedro I (SP-065), sentido Anhanguera. “Cabe ressaltar que o trajeto utilizado por parte dos motoristas, que acessam o distrito pelo bairro Real Parque nunca foi indicado pela concessionária”, informa por nota a empresa.

A Rota das Bandeiras contesta, também, que há congestionamentos regulares no trecho do quilômetro 116 da Zeferino Vaz. “Apesar de alguns motoristas permanecerem acessando o distrito pelo Real Parque, não foi verificado lentidão significativa no trecho. Houve congestionamento na Zeferino Vaz somente nos três primeiros dias, o que já era previsto, já que há um período natural de adaptação dos motoristas”, explica.

A concessionária reforçou que os motoristas acessem a pista Sul, sentido Jacareí da rodovia D. Pedro I, a partir do quilômetro 113 do Tapetão, e sigam até o km 137, na altura do trevo do Parque D. Pedro Shopping. Após isso, os condutores devem utilizar as alças do trevo do shopping para chegar à pista Norte no sentido Anhanguera da rodovia D. Pedro I, com destino a Barão Geraldo.

Fonte: G1 Campinas e Região.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Scroll Up