Notícias

Codesp projeta 2014 com novo recorde de movimentação no Porto de Santos (SP).

porto de santos1 - Sindicamp

Segundo a Codesp (Companhia Docas do Estado de São Paulo), o Porto de Santos (SP) deve fechar o balanço de 2013 com 114 milhões de toneladas movimentadas. Cerca de 9,4% acima do registrado em 2012 e 4,58% acima do inicialmente projetado pela Autoridade Portuária (109 milhões de toneladas) foi impulsionado pelo desempenho dos setores sucroalcooleiro, complexo soja, milho e contêineres. O número foi recorde.
Já para este ano, a expectativa é atingir 122 milhões de toneladas, o que representa um incremento de 7% em relação ao previsto para 2013.
Para os sólidos a granel está sendo projetado um aumento de 4,9%, enquanto os líquidos a granel devem crescer em torno de 1,5% e a carga geral 11,4%. Os maiores destaques são para as expectativas de crescimento das movimentações do complexo soja (16,0%) e das cargas conteinerizadas (12,3%).
O cenário internacional promete ser mais favorável no próximo ano, com a continuidade da recuperação das economias dos Estados Unidos e da Europa, com Itália e Espanha mostrando os primeiros indícios de crescimento após dois anos de forte recessão. A economia chinesa deve continuar crescendo ao ritmo de 7,5% ao ano, abaixo dos tradicionais 10% verificados até 2012, mas em linha com o registrado em 2013.
O câmbio brasileiro em um patamar médio mais elevado também deve favorecer as exportações brasileiras. Esse cenário promete um bom dinamismo do comércio internacional, com um crescimento estimado pelo FMI de 4,9%, contra 2,9% previsto para 2013.
Diante desse cenário e com base nas informações fornecidas pelos terminais portuários, a Codesp acredita que o Porto de Santos registrará um novo recorde de movimentação em 2014. Resultado positivo acontecerá principalmente por conta dos aumentos previstos para a carga geral e para os sólidos a granel.
A expectativa para os sólidos a granel é chegar a 59,8 milhões de toneladas em 2014. A movimentação de soja aparece liderando esse segmento, com um aumento estimado de 16,0% em relação a expectativa prevista para 2013, devendo chegar a 18,4 milhões de toneladas. A soja paletizada deve crescer cerca de 24,2% e a soja em grãos 14,2%. Para o minério de ferro foi projetado um crescimento de 4,9%, para o adubo de 2,7% e para o trigo e o milho são esperadas quedas de, respectivamente, 5,7% e 1,0%.
Fonte: Transporta Brasil
.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Scroll Up