Notícias

BR-163/SC terá interrupções de tráfego até quarta-feira.

 

A BR-163/SC terá o tráfego interrompido entre o Km 71 e o Km 93 nos dias 5 e 6 de agosto, das 12 horas às 14 horas, para o corte de rochas com a detonação de explosivos. O tempo previsto do bloqueio é duas horas nos dois sentidos, podendo ser estendido ou reduzido de acordo com o volume de material a ser removido sobre a rodovia após a detonação, com prioridade em uma das faixas de rolamento para a liberação do tráfego em meia pista. Em caso de mau tempo ou questões técnicas, os trabalhos serão cancelados. Os serviços de remoção de rochas fazem parte das obras de adequação da capacidade e restauração da BR-163/SC, empreendimento em execução pelo DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no valor de R$ 110 milhões.

No período de construção, os usuários devem estar atentos à sinalização de obras, obedecendo aos limites de velocidade indicados para cada segmento da rodovia.

Paralelo aos serviços de ampliação de capacidade e restauração, a BR-163 tem contrato de manutenção e conservação por meio do Programa CREMA Etapa 2.

Caso os usuários observem a necessidade da intervenção dos serviços de manutenção, devem entrar em contato com o DNIT pelos telefones 48 3229-1776 e 3229-1779 (Assessoria de Comunicação) ou por meio do [email protected].

Resumo da obra de adequação da capacidade da BR-163/SC.

Trecho: São Miguel do Oeste – Dionísio Cerqueira.
Segmento: Km 64,1 ao Km 122,6 e km 0,0 ao 3,6 (acesso ao Porto Seco no Município de Dionísio Cerqueira/SC, fronteira Brasil/Argentina).
Extensão: 62,1 km.
Valor: R$ 110 milhões
Empresa: Sulcatarinense
Início: maio/2013
Prazo contratual de execução: 2 anos

Melhorias previstas

Restauração de 62,1 km de pavimento;
Implantação/restauração de 61,8 km de acostamentos;
Implantação de 10 rotatórias e 4 viadutos;
Implantação de 23,1 km de terceiras faixas;
Implantação de 28,4 km de vias laterais;
Implantação de 23,4 km de passeios (calçadas);
Regularização de acessos à rodovia;
Implantação de áreas de refúgio para pontos de ônibus;
Plantio de 442 mil m² de grama;
Instalação de 6 Km de defensas.

Fonte: DNIT.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email