Notícias

BR-153 será duplicada em SP e usuário vai pagar aumento de 48% no pedágio

De acordo com a Triunfo Transbrasiliana, empresa foi favorecida pela decisão da Justiça Federal, após um Recurso de Apelação; novas tarifas entram em vigor à 0h deste sábado (6)

A concessionária Triunfo Transbrasiliana, responsável pelo trecho paulista da Rodovia Transbrasiliana (BR-153), ganhou o direito de iniciar as obras obras de duplicação da BR-153, especificamente do Lote 1 (Km 0 ao Km 51+700), de Icém a São José de Rio Preto, e Lote 3 (Km 162 ao Km 195+200), de Promissão a Getulina, graças a um provimento dado pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), em 1º de março último, em favor da empresa.

Mas, não foi só a Transbrasiliana quem ganhou. Os usuários também. Afinal, a partir de 0h deste sábado (6), quem passar por um do quatro pedágios (ver tabela abaixo) administradas pela concessionária, vai pagar quase 50% a mais pela tarifa. Isso porque com a vitória concedida pelo TRF1, veio também o aumento do pedágio, que passa dos atuais R$ 5,20 para R$ 7,70 (veículo de passeio) e de R$ 2,60 para R$ 3,85 (motocicletas).

De acordo com a Transbrasiliana, a decisão do TRF1 prevê o reequilíbrio do contrato de concessão, por meio da revisão tarifária, já que as obras de duplicação não estavam previstas no contrato original.

Reivindicação antiga

Classificada como uma obra de infraestrutura prioritária, a duplicação do trecho paulista da BR-153 é um anseio antigo de toda a sociedade e irá proporcionar mais segurança e conforto aos usuários, além geração de emprego, renda e arrecadação de tributos (ISSQN, PIS e COFINS). A previsão é que sejam gerados 720 empregos diretos, 1.500 empregos indiretos, além de mais de R$ 72,1 milhões de impostos.

Ainda de acordo com a concessionária, anualmente, milhares de veículos utilizam a BR-153, no trecho paulista, que é um importante corredor viário tanto para o transporte e escoamento de mercadorias como para o acesso às interligações importantes junto a outras rodovias do estado de São Paulo. Os projetos de infraestrutura viária, aprovados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que serão executados vão contar com:

Lote 01: duplicação de 51,7 quilômetros das faixas de rolamento, 4 pontes, 1 passarela, 3 acessos em nível, 6 acessos em desnível, 4 retornos em desnível, 3 passagens de fauna e 2 ampliações de obras de arte especiais já existentes.

Lote 03: duplicação de 33,2 quilômetros das faixas de rolamento, 1 passarela, 1 acesso em nível, 4 acessos em desnível, 1 retorno em desnível, 2 adequações para a pista dupla da obra de arte existente e 6 passagens de fauna.

Confira os vídeos em 3D das obras de duplicação abaixo:

Lote 01 (Km 0 ao Km 51+700) – https://www.youtube.com/watch?v=JUb_KvaeBFE

Lote 03 (Km 162 ao Km 195+200) – https://www.youtube.com/watch?v=ipMaDEl6a-Q

Sobre a Triunfo Transbrasiliana

A Transbrasiliana Concessionária de Rodovia é responsável, desde fevereiro de 2008, pela administração de mais 321,6 quilômetros* da BR-153, a quarta maior rodovia do Brasil. A Companhia gerencia o trecho que se inicia na divisa entre os Estados de Minas Gerais e São Paulo no município de Icém (Km 0) e termina na divisa entre os Estados de São Paulo e Paraná, no município de Ourinhos, (Km 347,7).

Em 5 de janeiro de 2015, a Triunfo Participações e Investimentos assumiu a operação da rodovia, passando a chamar Triunfo Transbrasiliana.

Mais informações no site da empresa ou pelo 0800 72 30 153.

*Os 25,2 quilômetros no município de Marília estão sob responsabilidade da Concessionária Entrevias (SP-333) e Concessionária Eixo SP (SP-294).

Fonte: Estradas

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Scroll Up