Notícias

Ações para melhorar chegada a Santos surtem efeitos positivos

1718 - Sindicamp

Duas semanas após a implantação do Plano de Gestão Integrada Baixada Santista, criado pela ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e Ecovias para reduzir o impacto provocado pelos caminhões que transportam a safra de grãos pelas rodovias que dão acesso ao Porto de Santos, a avaliação é que houve melhora no fluxo de tráfego.

Segundo balanço divulgado, as estradas que fazem essa ligação registraram nesta semana o seu maior fluxo – 13.358 caminhões (dia 26/02) – sem que tenha havido pontos de congestionamentos.

De acordo com a avaliação, as ações previstas para os 29 pontos do Polo Industrial de Cubatão, dos Terminais Portuários e das Margens Direita e Esquerda do Porto surtiram efeito, evitando que os transtornos fossem tão intensos quanto os verificados na mesma época no ano passado. As operações foram iniciadas no dia 15 de fevereiro.

Nos casos em que o congestionamento ultrapassou o previsto, o que ocorreu em três oportunidades no período analisado, foram diagnosticados os motivos e a conclusão é de que as ocorrências que geraram essas lentidões foram, na sua maioria, pontuais. O grupo que integra o Plano de Gestão é formado por representantes de 25 instituições.

O primeiro balanço sobre as ações foi divulgado nesta quinta-feira (28/02) em reunião que teve a participação dos órgãos que integram o Plano de Gestão Integrada Baixada Santista, evento em que foram anunciadas medidas para aperfeiçoar ainda mais as ações.

Uma delas é o início de operação de um aplicativo (EcorodoviasApp) para smartphone e tablet que fornecerá ao usuário informações sobre as condições do tráfego, informação do clima, imagens de câmeras e condições de operações das vias.

Outra medida é ampliar a integração com Polícias, prefeituras da Baixada Santista e Codesp através das câmeras da concessionária Ecovias no Sistema Anchieta/Imigrantes, onde será possível disponibilizar a visualização de câmeras específicas conforme escolha de cada entidade. O objetivo é agilizar ainda mais o atendimento por esses órgãos em casos de contingências. Também foram apresentadas novas sugestões de ações.

Fonte: O Carreteiro

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Scroll Up