Notícias

A cada 47 segundos, um caminhão deixa as linhas de montagem no Brasil

Este ano teve, até o dia 31 de julho, 212 dias, com 147 dias úteis. Durante esses dias do ano, segundo dados da Anfavea, foram produzidos no Brasil 89.523 caminhões. O número é bem maior que no mesmo período do ano passado, quando saíram das linhas de montagem 41.558 caminhões.

Considerando os 147 dias úteis e as 1.176 horas úteis (oito horas diárias) até o dia 31 de julho, são produzidos 609 caminhões por dia, ou 76,12 caminhões por hora no Brasil.

Se houvesse no país apenas uma linha de montagem, onde todos os caminhões produzidos por todas as montadores fossem fabricados, veríamos um caminhão produzido a cada 47,2 segundos deixando a linha de montagem.

Se apenas os dados e dias úteis de julho (14.801 caminhões produzidos e 22 dias úteis) forem levados em conta, teríamos 672,77 caminhões produzidos diariamente e 84,09 caminhões produzidos por hora, ou um caminhão produzido a cada 42 segundos.

O segmento de pesados é o que mais tem produzido caminhões neste ano. Fazendo as mesmas contas, são 300 caminhões produzidos por dia neste segmento, com 37 unidades por hora, o que significa que a cada 95,8 segundos, ou 1:35 minutos, um caminhão pesado é produzido no país.

A produção só não está melhor porque ainda faltam componentes para as linhas de montagem, principalmente semicondutores, e, apesar da indústria de caminhões não estar sofrendo tanto os impactos quanto as montadoras de automóveis, ainda existem efeitos sobre a produção.

Considerando-se a média atual de produção, o Brasil pode fechar o ano com um total superior às 150 mil unidades produzidas, um dos melhores resultados já registrados no país.

Fonte: Blog do Caminhoneiro

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email